Evolução do número de sondas em diferentes regiões do mundo

Observatório do Setor
Atualizado em 8 de outubro de 2020
A América Latina apresentou uma intensa atividade de exploração no começo da década, muito explicada pelo potencial de produção da região e dos preços internacionais favoráveis. Entre 2012 e 2016, a atividade exploratória caiu de forma expressiva na região. Parte dessa queda pode ser explicada pela não realização de rodadas de licitação no Brasil. Em […]

Evolução do número de sondas em operação no Brasil

Observatório do Setor
Atualizado em 12 de maio de 2020
As atividades de perfuração no Brasil aumentaram rapidamente na década passada, mas decresceram a partir de 2012, apesar dos preços do petróleo estarem no patamar mais elevado para época. Entre 2017 e abril de 2020, o Brasil teve uma média de 13 sondas. O planejamento de um calendário de rodadas de licitações a serem realizadas […]

Índice de sucesso exploratório da Petrobras

Observatório do Setor
Atualizado em 2 de fevereiro de 2017
O polígono do Pré-Sal se apresenta como uma das principais províncias petrolíferas do mundo. O sucesso exploratório consideravelmente maior no Pré-Sal confirma o diferencial desta área.

Blocos Concedidos: Partilha

Observatório do Setor
Atualizado em 7 de fevereiro de 2017
A única área licitada no modelo de partilha foi Libra, na bacia de Santos. O Campo está a 183 km da costa do Rio de Janeiro, em uma lâmina d’água de 1.964 metros. O consórcio vencedor da licitação é formado pela Petrobras (40%), a anglo-holandesa Shell (20%), a francesa Total (20%) e as chinesas CNPC (10%) e CNOOC (10%).

Indústria do Petróleo entrega mapeamento ambiental ao governo

Notícias
Atualizado em 17 de outubro de 2016
Parceria entre o governo federal e o Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP) resultou no lançamento do Plano Nacional de Ação de Emergência para Fauna Impactada por Óleo (PAE-Fauna), nesta terça-feira, em Brasília. “O PAE-Fauna vem preencher a lacuna do Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo em Águas sob […]

O desafio de desenvolver o pré-sal diante de um cenário de aumento do preço do barril de petróleo e a entrada de novas operadoras será um dos temas em debate em mais uma edição do Brazil Offshore Finance Forum, que acontece no dia 5 de outubro, entre 8h e 17h, no Copacabana Palace, Rio de […]

A SPE Seção Brasil, com o apoio do Instituto, organizou o I Workshop Competitividade dos Projetos Offshore no Brasil , onde foram discutidas uma série de medidas de estímulo ao setor de óleo e gás e que podem alavancar os investimentos no país. Os pontos apresentados reforçam as medidas que o IBP tem divulgado para tornar […]

IBP vai debater competitividade offshore no Brasil

Notícias
Atualizado em 17 de agosto de 2016
As recentes mudanças estruturais que marcaram a indústria de óleo e gás estarão em discussão no I workshop Competitividade dos Projetos Offshore no Brasil, que acontece no dia 31 de agosto, de 8h às 16h, no Rio de Janeiro. Promovido pelo IBP em parceria com a seção Brasil da SPE – Society of Petroleum Engineers, […]

Competitividade dos projetos offshore no Brasil

Eventos
Atualizado em 26 de agosto de 2016
A indústria de petróleo vem passando por uma crise estrutural. No passado o ponto de equilíbrio no preço do barril era obtido com a redução da oferta ou aumento de produção. Atualmente, porém, há novas frentes de produção, como o shale oil americano, areias betuminosas do Canadá e o Pré-Sal brasileiro, de modo que a busca pelo equilíbrio nos preços implica numa série de intrincadas negociações comerciais e geopolíticas. Como consequência imediata desta crise tem sido observada a postergação de projetos e o congelamento de planos de investimentos que podem ameaçar a futura oferta de hidrocarbonetos, demissão de centenas de milhares de trabalhadores ao redor do mundo, piora nos resultados financeiros das empresas, redução no pagamento de dividendos, falências e o aumento da inadimplência junto aos investidores. Analisando o cenário nacional, temas como questões regulatórias, conteúdo local, incertezas sobre regime fiscal, assim como o licenciamento ambiental se colocam como variáveis adicionais, fazendo com que a situação no Brasil seja mais complexa que no resto do mundo. Neste cenário não será possível competir conduzindo os negócios de maneira usual. A competitividade deve ser restaurada, por meio de tecnologias e processos disruptivos, novos modelos de negócios, aumento da eficiência, maior disciplina de capital, redução da linha base de custos por meio da simplificação, industrialização, automação e parcerias entre as Operadoras e fornecedores de equipamentos e serviços. Além disso, as discussões sobre os regimes fiscais, contratos de produção e incentivos à extração de petróleo em situações de baixo preço poderão aumentar a atratividade da nossa indústria. O presente workshop focará os principais desafios e possíveis soluções para assegurar ou otimizar a competitividade dos projetos offshore do Brasil no atual cenário.

A OTC Brasil 2015, Offshore Techonology Conference, um dos maiores eventos internacionais da indústria de petróleo offshore, inicia suas atividades hoje, dia 27 de outubro, no Riocentro, no Rio de Janeiro. A conferência, promovida pela OTC e pelo IBP – Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, será palco de debates entre líderes nacionais e internacionais, e oferecerá […]