Portal das Comissões

Operações
Portal das Comissões » E&P » Operações

Gerente Responsável IBP: Carlos Henrique Abreu Mendes – Gerente Executivo de SMS & Operações

Coordenador (a): Thiago Fernandes – TOTAL

Vice-coordenador (a): Marcos Tolfo – PETROBRAS

Assessor (a): Maria Augusta Nogueira – IBP

 

Sobre o Comitê:

O Comitê Técnico de Operações do IBP está ligado à Gerência Executiva de SMS e Operações do setor de exploração e produção. No comitê são tratadas questões relacionadas a operação, especialmente aos requisitos e diretrizes referentes ao ciclo de vida dos poços destinados às atividades de Exploração e Produção (E&P).

É uma comissão com ampla aderência das operadoras, com representantes voluntários de praticamente todas as empresas associadas.

 

Principais projetos:

2016  – O Comitê concluiu sua colaboração com a equipe técnica da ANP para a elaboração do REGULAMENTO TÉCNICO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA INTEGRIDADE DE POÇOS (SGIP), que estabelece os requisitos e diretrizes para a implementação e operação do sistema, de forma a proteger a vida humana e o meio ambiente, à integridade dos ativos da União, de terceiros e do Operador do Contrato. Este regulamento se aplica a poços terrestres e marítimos relacionados às atividades de E&P de petróleo e gás natural.

2015 – O comitê atuou em colaboração com a equipe técnica da ANP para a elaboração do REGULAMENTO TÉCNICO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA OPERACIONAL DE SISTEMAS SUBMARINOS (SGSS), que define os requisitos essenciais e os mínimos padrões de segurança operacional e de preservação do meio ambiente a serem atendidos pelos agentes regulados. O SGSS está estruturado em 21 capítulos técnicos que compõe o sistema de gerenciamento de segurança operacional para sistemas submarinos, da fase de projeto à desativação.O SGSS abrange: sistema de coleta da produção offshore, incluindo os de teste de longa duração; sistema de escoamento da produção offshore; trechos submarinos de dutos portuários de terminais, de refinarias e de bases de distribuição; sistema de recebimento, expedição e transferência de fluidos offshore; trechos submersos de dutos terrestres cujo projeto, fabricação, instalação e operação estejam sujeitos às normas próprias de dutos submarinos; umbilicais; e unidades de processamento submarino.

2016 – O Comitê iniciou a elaboração de um Guia de Boas Práticas para Abandono de Poços, para detalhar os procedimentos indicados para os referidos abandonos, tanto para poços offshore como para onshore. A previsão de conclusão desse tema é início de 2017. Será o primeiro guia técnico de E&P do IBP. Outros temas do Guia de Boas Práticas estão planejados, como o de Processos de Gerenciamento de Mudanças.

2017 – O Comitê elaborou o Guia de Boas Práticas para Abandono de Poços o qual foi apresentado aos associados e interessados em evento realizado na sede do IBP. Foi o primeiro guia técnico de E&P do IBP e iniciou a sequência de Guias de Boas Práticas para a Indústria à serem publicados pelo Comitê.

2018 – O Comitê elaborou o Caderno de Diretrizes para Monitoramento de Poços em Abandono Temporário, o qual foi apresentado aos associados e interessados durante a Rio Oil & Gas 2018.

 

Área restrita para associados, participantes deste Comitê.

 

Conteúdo restrito. Faça login para ter acesso.

Esqueci minha senha

Voltar

Fale com a Comissão

ANUÁRIO DAS COMISSÕES

*Se estiver com problemas para visualizar o PDF no Chrome, instale a extensão PDF Viewer.