As exportações de petróleo brasileiras corresponderam, em média, a 29% da produção nacional entre 2005-2019. Entretanto, as importações, no mesmo período, corresponderam a 16%, em termos médios. Apesar de ser considerada uma commodity, cada tipo de petróleo tem qualidades distintas e assim torna-se necessária a importação de volumes para compor um blend mais otimizado para […]

Snapshot de maio – Evolução das exportações do Rio de Janeiro

Observatório do Setor
Atualizado em 3 de maio de 2019
Desde 2001, o petróleo bruto figura como principal produto da pauta exportadora do estado do Rio de Janeiro, chegando a representar 74% do total exportado em 2010. Essa dependência do petróleo faz com que o seu preço no mercado internacional seja um importante fator no resultado da balança comercial, de modo que o movimento do […]

Evolução das exportações do Rio de Janeiro

Observatório do Setor
Atualizado em 2 de maio de 2019
Desde 2001, o petróleo bruto figura como principal produto da pauta exportadora do estado do Rio de Janeiro, chegando a representar 74% do total exportado em 2010. Essa dependência do petróleo faz com que o seu preço no mercado internacional seja um importante fator no resultado da balança comercial, de modo que o movimento do […]

Participação de petróleo e derivados no valor exportado total

Observatório do Setor
Atualizado em 29 de março de 2019
  É crescente a relevância do petróleo e seus derivados para o resultado das exportações brasileiras. Mesmo ante a queda do valor exportado entre 2012 e 2016, decorrente da redução dos preços no mercado internacional, a participação desse grupo nas exportações brasileiras cresceu (curva em verde). Com a recuperação dos preços, o petróleo e seus […]

Evolução do consumo aparente e da dependência externa

Observatório do Setor
Atualizado em 19 de julho de 2019
A dependência energética do Brasil em termos de petróleo e derivados medida em barris equivalentes de petróleo mostrou grandes transformações nos últimos 15 anos. De uma posição de grande dependência por importações o país se tornou exportador líquido. No entanto, esta condição ainda não é estável, ou seja, existe uma certa volatilidade e mudança de papel a depender de diferentes fatores.

As exportações de petróleo brasileiro corresponderam a 25% da produção