Observatório do Setor

A Europa e a União Europeia, até o final da década de 1990, correspondiam por quase metade do crescimento do PIB global. No entanto, como reflexo de uma desaceleração na expansão dos países desenvolvidos, que teve inicio em 1970 — e na década de 1990 já havia contribuído para que EUA e UE perdessem 16% de participação no crescimento do PIB global —, países emergentes ganharam espaço; dentre eles, a China. Na década de 2000, a China passou a contribuir mais para o crescimento do PIB global do que EUA e UE em conjunto, com expansão de cerca de 104% em relação à década anterior.