Observatório do Setor

A América Latina apresentou uma intensa atividade de exploração no começo da década, muito explicada pelo potencial de produção local e dos preços internacionais favoráveis. Entre 2012 e 2016, a atividade exploratória caiu de forma expressiva na região. Parte dessa queda pode ser explicada pela não realização de rodadas de licitação no Brasil. Em 2020, com a pandemia da Covid-19 e a queda do preço do petróleo, número total de sondas em uso no planeta caiu para o patamar mais baixo da série histórica iniciada em 1975.

O número de sondas em atividade serve como um termômetro para a produção futura, tendo os últimos meses exibido uma recuperação moderada, ainda afetada pela queda da demanda decorrente das restrições de mobilidade social e o ritmo das campanhas de vacinação nos principais países consumidores