Observatório do Setor

Tendo em vista a vocação offshore das bacias sedimentares, o Brasil apresenta uma variedade de plataformas para E&P. O destaque são as plataformas do tipo FPSO, que dobraram de quantidade nos últimos 2 anos e contabilizam 52 unidades em operação. A exploração de novas fronteiras, em lâminas d’água cada vez mais profundas, é um desafio tecnológico da indústria petrolífera brasileira.