Notícias

O primeiro ciclo de atividades de 2019 do programa de voluntariado Trilha Empreendedora, fruto da parceria entre o Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP) com a Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro e a ONG Junior Achievement, foi encerrado no dia 19 de junho, com a presença de mais de 50 voluntários e 338 alunos, que participaram da Ação Pontual, no colégio estadual Pedro Álvares Cabral, no Rio de Janeiro.

Ao todo, seis turmas do 2º e 3º ano do ensino médio receberam a aplicação das cinco atividades do programa Conectado com o Amanhã, que possibilita aos alunos um momento de reflexão sobre o futuro, oferecendo perspectivas de carreiras e informações sobre as competências comportamentais desejadas no mundo de trabalho.

Participando pela primeira vez, Tatiana Perry, da área de comunicação institucional da Wilson Sons, destaca que a oportunidade de ajudar jovens em situação de vulnerabilidade social a entrar no mercado de trabalho é gratificante. “Essa troca de experiência e a oportunidade de passar algum conhecimento para esses jovens me motivou a participar dessa ação”, explicou.

“Uma iniciativa única e fantástica”, descreveu Patrícia Rico, que trabalha na área de RH da BHGE, a respeito do programa de voluntariado do setor de petróleo e gás. “Poder ajudar jovens que ainda não entraram no mercado de trabalho a terem uma visão completa é muito importante. É uma semente que está sendo plantada e que vai dar frutos; é um trabalho que não pode ser eliminado e tem que ser cultivado”.

Para Fabiano Farias, da superintendência pedagógica da SEEDUC, um projeto que envolve empresas privadas associadas ao IBP, a sociedade civil e o Governo do Estado do Rio de Janeiro é fundamental, pois a educação precisa de uma união de esforços para dar resultado. “Hoje nós temos uma necessidade muito grande de levar conhecimento aos alunos, e é isso que os voluntários, através das empresas, estão promovendo. É um diferencial na formação dos nossos alunos”, afirmou.

Falar sobre carreira e mercado de trabalho chamou a atenção de Vitória Carvalho, aluna do 2º ano do ensino médio, para temas como capacitação profissional. “A questão de ter que se destacar no mercado de trabalho é interessante porque, para você conseguir emprego você tem que se diferenciar das outras pessoas, tem que ter algo a mais”, explicou a jovem.

No segundo semestre, os programas Empresa em Ação, que apresenta as principais características e o papel das empresas no sistema econômico do Brasil, Empresário Sombra, que dá ao aluno a oportunidade de vivenciar a rotina de trabalho de um profissional da área de seu interesse, e Gerenciamento de Projetos/Habilidades para a Vida, que auxilia os estudantes a compreender, planejar, realizar, monitorar e avaliar um projeto próprio, serão aplicados para os alunos de todas as séries do ensino médio.

 

Trilha Empreendedora

A Trilha Empreendedora é um projeto que busca combater a evasão escolar por meio da aplicação de uma sequência de programas estruturados nos pilares do empreendedorismo, educação financeira e preparação para o mercado de trabalho, dentro do currículo do ensino médio de escolas da rede estadual do Rio de Janeiro. Esse ano, a Trilha continuará atendendo 24 escolas de 10 municípios do estado e, diferente dos outros anos, o programa será expandido para os alunos do 3º ano do ensino médio.

O projeto de voluntariado do setor de óleo e gás – Trilha Empreendedora – tem a participação de 18 empresas associadas do IBP: Aker SolutionsBP, BHGE, EnautaEquinorGalpIpirangaKaroonPetrobrasRepsol SinopecSBM OffshoreShellSubsea 7SupergasbrasTotalTechnip FMCWeatherford e Wilson Sons.